Sobre a artista | About the artist

scroll down for english version

Liria nasceu e vive em São Paulo. Trabalha com desenho e pintura desde 1995, tendo se graduado em Artes em 1998. Em 1997, a artista definiu acrílico sobre tela como sua principal forma de expressão e ganhou, no mesmo ano, seu primeiro prêmio (no concurso SEMESP), com a tela Paz na Terra aos Homens de Boa Vontade.

Desde então, Liria trabalha numa pesquisa sobre o tema Fragmentos de uma subjetividade urbana, retratando pequenos “flashes” da vida na cidade. Sua linguagem, conforme aponta o pesquisador de artes da Universidade de Granada, Claudio Castro, apresenta uma evidente dialética entre tradição e contemporaneidade, delineando uma plasticidade singularmente atual: “A já aludida tensão entre o real e o imaginário, ou entre o eu e o mundo, faz da pintura de Líria Varne um universo cristalino e fabuloso, que, a despeito do discurso crispado do qual não abre mão, cativa o espectador ao convidá-lo a uma realidade estranhamente confabulada. Realidade que desvela, na expressão plástica, aquilo que a secura dos dias tanto se esforça por silenciar”[1].

Liria Varne realizou exposições individuais como Na selva das cidades, no Centro de Cultura Salvador Ligabue, em São Paulo e A cidade e o campo, Projeto Arte, em São Paulo; além de ter obras em coletivas e salões, como no 1º Salão de Outono na América Latina / Salon d’ Automne in France – Brasil; Exposição QuadriArt, em Berlim; Square exhibition, in New York; e no 33º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba – São Paulo.

Em 2013, Líria desenvolveu outras linhas de trabalho, resultantes de pesquisas sobre os temas  “Azulejaria”, “Trabalhadores” e “Sonho e realidade”. Novamente, é das dualidades que nasce sua poética, numa “colisão” temática e pictórica entre sonho e realidade, conforme descreve o pesquisador de pós-doutorado da FTC (Portugal), Carlos de Jesus, que identifica, também nessas outras obras, a convivência entre tradição e contemporaneidade: “All of this is for sure very meaningful in a style that combines, in a very strong way,
the expressionist use of colour with reminiscences of late-cubist drawing”[2].

[1] CASTRO, Claudio.O Fabuloso Mundo de Liria Varne. Disponível em: https://liriaartist.wordpress.com/press-2/artigo-o-fabuloso-mundo-de-liria-varne/

[2]“Tudo isso é, com certeza, muito significativo em um estilo que combina, de maneira muito forte, o uso expressionista da cor com reminiscências de desenhos da última fase cubista”. JESUS, Carlos de. Líria Varne, in the thresholds where dream and reality collide. Disponível em https://liriaartist.wordpress.com/press-2/935-2/

________________________________________________________________________________________________

Liria was born and lives in São Paulo. She works with drawing and painting since 1995, having graduated in Arts in 1998. In 1997, the artist set acrylic on canvas as her main form of expression and won in the same year, her first prize (the contest SEMESP), with the work called Peace on Earth to Men of Good Will.

Since then, Liria works in a research on the topic Fragments of an urban subjectivity, portraying small “flashes” of city life. Her language, as notes the art researcher from the University of Granada, Claudio Castro, presents a clear dialectic between tradition and contemporaneity, outlining a uniquely current plasticity: The aforementioned conflict between reality and imaginary, as well as between the self and the world, turns Líria Varne’s paintings into a crystal-clear and amazing universe that, in spite of its rough speech, captivates the spectator by inviting him into the meadows of a strange fairy-tale kind of reality. A reality that unveils, in its very plastic expression, what the hacking of the days keeps willing to silence”[1].

Liria Varne held solo exhibitions such as In the jungle of cities, in Cultural Center Salvador Ligabue in São Paulo and City and countryside in Art Project, São Paulo, and has works exhibited in collective and salons, such as the 1st Salon Autumn in Latin America / Salon d’Automne in France – Brazil; in QuadriArt Exhibition in Berlin; Square exhibition, in New York; and on the 33rd Contemporary Art Exhibition of Piracicaba – São Paulo.

In 2013, Líria developed other lines of work, resulting from research on the topics “Azulejaria”, “Workers” and “Dream and Reality”. Again, her poetics borns from the dualities, in a thematic and pictorial “collision” between dream and reality, as describes the postdoctoral researcher from FTC (Portugal), Carlos de Jesus, who identifies also in those other works, the coexistence between tradition and modernity: “All of this is for sure very meaningful in a style that combines, in a very strong way,
the expressionist use of colour with reminiscences of late-cubist drawing”[2].

[1] CASTRO, Claudio. The amazing world of Liria Varne. In: https://liriaartist.wordpress.com/press-2/the-amazing-world-of-liria-varne/

[2] JESUS, Carlos de. Líria Varne, in the thresholds where dream and reality collide. In: https://liriaartist.wordpress.com/press-2/935-2/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s