Inspire-se | Get Inspired

Ao comprar uma obra de arte. Recomenda-se que a escolha esteja intimamente ligada ao contato visual primeiro, a sensação única que cada obra lhe causa.

Muitas das grandes coleções de museus começaram com colecionadores particulares, que compravam suas obras para inspirar, para o deleite, pela paixão, uma escolha muito mais intuitiva do quê cartesiana.

O que te inspira? Isso só você pode dizer.

Mergulhar no universo de um artista visual pode ser uma viagem que vai além da luz e sombra, do pictórico…é um mergulho, no momento único histórico e social daquele artista, daquela visão de mundo.

Está com dúvida sobre qual obra comprar? Entre em contato pelo e-mail contatoliriavarne@gmail.com . 

Consulte as obras disponíveis para compra, selecione as que mais gosta e envie uma foto do local que pretende colocar a obra. Prepararemos uma visualização digital de como ficaria a obra onde você quiser. 

Algumas das obras disponíveis, você pode ver na loja clicando aqui.

Exposição Corte e Recorte

O projeto Corte e Recorte é uma realização do Ministério da Cultura, com patrocínio da Cielo. Foi idealizado pelo Instituto Reciclar e pelo Abrace uma Causa se dividiu em algumas partes e acolheu 30 jovens atendidos pelo Instituto Reciclar  

Liria Varne_Exposição Corte e Recorte Olhar Empreendedor_2017

Primeira etapa: Os jovens participam de uma vivência de um dia com 5 pessoas empreendedoras do bairro do Jaguaré, local onde se encontra o Instituto Reciclar e onde moram os jovens. Esses empreendedores contam suas experiências de vida, isso realmente aproxima os jovens da história, pois são casos de pessoas que moram no bairro, e todos conhecem suas lojas, seus empreendimentos. Nesse mesmo momento assistem a uma palestra com um jovem empreendedor de sucesso.

Segunda etapa: Os jovens recebem aulas de fotografia. Com o fotografo Arthur Rampazzo Roessle, visitam parques, a Bienal de SP, exposições de fotografias no Sesc. O Arthur começa a trabalhar com eles o olhar criativo para que eles executem fotos inspiradas nas histórias que eles conheceram dos empreendedores que moram no bairro deles.

Terceira etapa: Sob a batuta da fotógrafa Carina Zaratin, responsável pela direção de fotografia, os jovens executam as fotos.

Paulo Emílio Lisboa é o curador responsável, que selecionou as obras para serem expostas.

Entre o início e o fim dos trabalhos com os jovens, eu fiquei incumbida de criar 6 esculturas com papel, que tivessem como inspiração o olhar empreendedor e as histórias de vida dos 5 empreendedores que também serviram de inspiração para as fotos feitas pelos jovens do Instituto Reciclar.

Foram dois meses, do final de novembro ao final de janeiro, em que mergulhei em um universo que eu pouco visitava… Pouco tempo na minha vida havia pensado sobre o que é empreendedorismo ou ser empreendedor. Desenvolver as esculturas em tão pouco tempo e com um tema tão específico é o tipo de desafio que nos faz crescer. Foi muito gratificante e eu também aprendi muito. Acredito que a arte pode mudar o entorno e esse projeto eu achei muito especial, valorizando pessoas do bairro. Muito, mas muito bom mesmo.

Feliz com esse projeto.

Acompanhe!!!
03 a 22/abril  – Conjunto Nacional – São Paulo
23/abril a 12/maio – Metrô Paulista
13/maio a 02/junho – Metrô Faria Lima

 

 
Foto das obras: Arthur Rampazzo Roessle

III Bienal de Pequenos Formatos

Anjo no Muro, 2016.

Obra selecionada para Bienal de Pequenos Formatos.

 

 

My new works | Digital ART

Para conhecer mais clique na foto  |    For see more click on the picture

2_Neon 16_DA_72x180cm_Liria Varne_2016©

Obra selecionada para o 3º Salão de Outono da América Latina

O universo de Portinari sempre me encantou, me impressionou e me fez pensar sobre a minha brasilidade.
A série Retirantes fez comigo o que eu acho que a arte deve fazer com todos.
Me fez olhar ao redor, refletir sobre o problema que não me pertence (que na época não me pertencia).
Acredito na arte que transforma. Essa série (Os Retirantes), somada a inúmeros grandes textos que retratavam os problemas do sertão, a seca, me fizeram respeitar meus irmãos de terra, que por longos anos têm desafiado a vida seca.
Quando começamos a vislumbrar a falta de água, não pude pensar em outra coisa, os Retirantes não saiam da minha cabeça… Resolvi pintá-los agora do meu ponto de vista.
Desde janeiro de 2014 vivo em ritmo de racionamento de água… Tenho aprendido a viver com pouco, mas como será viver com nada?
Retirantes da Paulista – Acrylic on canvas – 90x90cm – 2014
Com todo nosso “style”, com toda a nossa tecnologia e com o nosso dinheiro… Será que seremos nós, paulistas, os próximos retirantes da história do Brasil?
Retirante: adjetivo e substantivo de dois gêneros
1 que ou aquele que se retira, que deixa um lugar
1.1 que ou aquele que, sozinho ou em grupo, abandona o sertão, banido pela seca
1.2 que ou aquele que se retira de um local, de uma região mais pobre em direção a outra, considerada mais promissora Fonte: Dicionário Houaiss

          *   *   *

127 - Retirantes - Técnica mista - 90x90cm - 2014_7529_©

Símio IV | Simian IV

Símio IV - Escultura em aço cromado e madeira - 18x20cm - 2014

Símios II | Simian II

Madeira, Aço e Vidro  |  Wood, Steel and Glass

121 - Simio II - Escultura em aço escovado madeira e vidro - 29x29cm - 2014 ©

 

Azulejaria

scroll down for english version

Não obstante, essa insolúvel dialética entre o local e o universal ajusta-se à dimensão cosmopolita da sua criação plástica. A escala doméstica de alguns dos seus mais recentes trabalhos, que reincidem nos vinte por vinte do canvas board, parece agregar o grafismo da azulejaria ao seu leque de referentes estéticos. Na mesma medida, a sua investigação das potencialidades de um suporte marcado pelo comedimento e pela simetria permite-lhe um recorte instantâneo e fragmentado do real, conferindo ao quadro uma espécie de teatralidade imediata. É este o caso do irretocável Dankeschön, da série Coisas incríveis acontecem, também da safra mais recente.continue lendo —->

“Even so, that insoluble dialectics between the local and the universal still adjusts to the cosmopolitan dimension of her plastic creations. The domestic scale of some of her most recent works, once again in the scale of 20x20cm canvas board, seems to add the graphics of painted tiles to the pallet of her aesthetic references. Furthermore, her research on the possibilities of a support labeled by moderation and symmetry immediately provides her an instantaneous yet fragmentary scope on the reality, giving the painting a sort of immediate theatricality. Such is the case of the irreproachable Dankeschön, from the series Coisas incríveis acontecem (Amazing things happen), also from the latter harvest.” continue reading—>

Símio I

Símio I – Escultura em aço cromado – 150 x 180 x 8mm – 2014

Simian I – Sculpture in chromed steel 150 x 180 x 8mm 2014

Macaco Espelho - Escultura em aço cromado - 150 x 180 x 8mm - 2014